Marcio Takimura

Marcio Takimura

Segunda, 26 Setembro 2016 10:47

Fã flagra Neymar e Marquezine em Barcelona

Parece que Bruna Marquezine e Neymar estão realmente juntos. Os dois foram flagrados almoçando juntos por um fã neste domingo, dia 25, em Barcelona, na Espanha.

A imagem logo ganhou as redes sociais e animou os fãs do casal, que torcem para que #BruMar assumam o relacionamento. A blogueira Nana Rude divulgou a foto em sua conta no Instagram.

Os boatos que os dois teriam reatado começaram durante a final do futebol masculino nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, quando a atriz foi vista abraçando o atacante durante a comemoração pela conquista da medalha de ouro.

Recentemente, Marquezine comentou sobre a repercussão do encontro. "A vida amorosa das pessoas normalmente repercute muito mais do que deveria, eu acho que é muito pessoal. Mas eu fiquei surpresa com a repercussão", afirmou Bruna.

 

FONTE: BAND

A última semana de Velho Chico terá dois casamentos, duas sabotagens, o desaparecimento de Afrânio (Antonio Fagundes), sua reconciliação com Iolanda (Christiane Torloni), prisões de corruptos e a morte do vilão. Sem conflitos, os casais provarão que se amarão para sempre. Só Carlos Eduardo (Marcelo Serrado) vai tirar a novela da modorra, atacando mocinhos e bandidos.

Os debates político e ecológico se manterão fortes até o último capítulo. A produção de orgânicos virará um negócio promissor, e os candidatos do coronelismo perderão nas urnas, com o povo votando consciente e dando a "vez" para o novo.

Confira os principais desfechos da novela das nove da Globo:

Casados, pais de gêmeos e voltados à natureza

Os primeiros a terem seu destino selado serão Olívia (Giullia Buscacio) e Miguel (Gabriel Leone). "Grávidos", eles se casarão em uma cerimônia simples na fazenda Piatã e irão morar em um casebre nas terras que o agrônomo herdou de Encarnação (Selma Egrei). Conhecido como "cemitério de sal", esse local representará um desafio para os pombinhos. Eles não medirão forças para tornar o solo fértil e produtivo.

Com a ajuda de Ceci (Luci Pereira), Olívia e Miguel conhecerão o pajé da tribo que ocupava as terras antes dos Saruês tomarem tudo. O agrônomo fará um acordo de comodato com a tribo indígena, e depois devolverá as terras a eles. Nesse processo, assim que conseguir reverter o situação do solo, sua plantação sofrerá uma sabotagem. Carlos Eduardo soltará bois, que devorarão as mudas plantadas lá.

Com a morte de Domingos Montagner nas águas do rio São Francisco no último dia 15, Miguel receberá a missão de levar adiante os sonhos de Belmiro (Chico Diaz) e capitão Rosa (Rodrigo Lombardi) no lugar do pai, Santo. Ele vai liderar os cooperados e fazer Grotas virar referência na produção de alimentos orgânicos. Afrânio também entregará a fazenda Nossa Senhora das Grotas nas mãos do neto.

Olívia (Giullia Buscacio) dará à luz após uma passagem de tempo de seis meses. Ela terá um casal de gêmeos, que receberão os nomes de Miro e Rosa. Depois, essas crianças já aparecerão com cinco anos.

Vítimas de vilanias até o final

Antes de se casar com Tereza (Camila Pitanga), Santo sofrerá um golpe duro de Carlos Eduardo, mas dará a volta por cima mais uma vez. O político mandará sabotar a bomba de irrigação das plantações na fazenda Piatã. O agricultor ficará sem chão, pois terá dado a fazenda da família como garantia do empréstimo que fez no banco.

Só que, com criatividade e conhecimento, ele tirará das bananeiras água para hidratar o solo, cortando árvore por árvore para extrair líquido. Ele e Tereza passarão a morar juntos com toda a família Dos Anjos, graças a Luzia (Lucy Alves). A dona de casa trocará de moradia com o ex-marido para facilitar a vida dele.

O casamento de Santo com Tereza terá fogos de artifício, clipes com imagens da trajetória do casal e um discurso poético sobre o amor. Montagner não gravou essas cenas. Mesmo assim, recursos dramatúrgicos e de edição, como a câmera subjetiva (postada no lugar do ator) e flashbacks, farão o público sentir a "presença" de Santo. Ele aparecerá no altar, beijará Tereza e terá até uma fala, que já foi dita em outro momento da novela. "Sonhei tanto com esse dia que custo a acreditá que tenha chegado", dirá quando a noiva subir ao altar.

Mulheres no poder

Tereza virará "presidenta" da cooperativa e fechará contrato com uma rede de supermercados para o fornecimento de produtos orgânicos, transformando-o em um negócio promissor. Já Luzia, redimida e perdoada pelo passado mentiroso e traiçoeiro, se consagrará como uma boa mãe, além de uma mulher recatada e do lar.

Beatriz (Dira Paes) ganhará a eleição para prefeita, e Bento (Irandhir Santos) se reelegerá, arrastando ainda outros vereadores de seu partido para dentro da Câmara Municipal. O povo vibrará e comemorará a virada dela nas urnas.

Logo depois da vitória, a professora verá que sua vida não será fácil. Ela brigará com Carlos Eduardo em praça pública. Ele tentará fazer as pessoas acreditarem que Beatriz vai favorecer a cooperativa da família Dos Anjos por anunciar que a merenda escolar contará com produtos orgânicos. No último capítulo, Beatriz surgirá grávida de Bento.

Recomeço sem peruca e fantasia

Em busca de Martim (Lee Taylor) pelo rio São Francisco, Afrânio acabará se encontrando e indo ao encontro de Iolanda (Christiane Torloni) nessa jornada. Ele exorcizará seus demônios, "matará" o Saruê ao mergulhar no rio. Essa passagem o deixará livre do coronel até no figurino. Ele perderá a peruca e as roupas berrantes. Quando surgir de novo em cena, o pai de Tereza estará de cabelos brancos e usando roupas sóbrias.

Haverá uma passagem de alguns dias nos roteiros da última semana. Seu sumiço nas águas do rio vai deixar todos preocupados. Ele só reaparecerá em Salvador, onde Iolanda estará fazendo show ao lado de Amadeu (Juan Alba), com casa lotada. O coração dela vai parar ao ver Afrânio com uma rosa, assim como no primeiro capítulo da novela das nove. Antes disso, Amadeu até tentará ter algo com a cantora, mas ela não lhe dará chance.

Arrependido, o coronel procurará o Ministério Público em Salvador, acompanhado de um advogado. Ele fará um acordo de delação premiada e contará tudo o que sabe sobre o esquema de fraudes em licitações e desvios de recursos públicos. Afrânio não aparecerá sendo preso. Irá para sua fazenda, entregará a agentes da Polícia Federal os documentos que Carlos Eduardo usou para chantageá-lo. Depois, ele surgirá após a primeira passagem de tempo no casamento de Tereza, levando a filha ao altar. Na última cena, o coronel almoçará com sua família e a Dos Anjos.

Vida após a morte

Depois de passar mais de uma semana vagando pelo rio no barco fantasma Gaiola Encantado, Martim descobrirá que morreu. Ele se lembrará da perseguição de Carlos Eduardo, dos tiros arderem em seu corpo e de cair no rio. Toda a raiva cultivada pelos Saruês já terá se dizimado durante a "viagem".

Ao saber que Afrânio foi o único que não se conformou com sua partida, ele sentirá remorso por não ter abraçado o pai antes de partir. Ele se lembrará de um momento de afeto entre eles e entenderá que cumpriu também sua missão na Terra. Mas o fotógrafo voltará a aparecer no final do último capítulo. A bordo do barco fantasma, ele não acreditará no que está vendo: as famílias rivais Sá Ribeiro e Dos Anjos felizes e juntas em um almoço, com uma nova geração fruto dessa união brincando e correndo em volta de Afrânio.

Malvado até o último capítulo

O vilão Carlos Eduardo (Marcelo Serrado) ficará sozinho na fazenda de Afrânio, seu candidato perderá a eleição e até as duas sabotagens que mandará fazer na fazenda de Santo e nas terras de Miguel serão superadas. Queiroz (Batoré) será seu único parceiro nesta reta final. Planejando mais uma armação contra os rivais, ele será pego de surpresa com a delação do ex-sogro.

O vilão da trama, que demorou bastante a dizer a que veio, será avisado por Queiroz (Batoré) que Afrânio delatou todo esquema que eles participavam à Polícia Federal. Ele jogará malas de dinheiro e seu passaporte em seu carro. Fugirá enlouquecido, mas ficará sem gasolina em uma estrada de terra. O deputado dará um jeito de comprar o jegue de um sertanejo. Ele passará dias andando pela caatinga, perdido. No final, terá alucinações e morrerá.

Para mostrar que os "maus" não têm vez, o último capítulo exterminará a corrupção na fictícia cidade de Grotas de São Francisco. O prefeito Raimundo (Saulo Laranjeira) e o secretário de segurança Queiroz (Batoré) serão encurralados na prefeitura pelo povo após Afrânio aparecer na TV denunciando o esquema de fraudes. Os dois atearão fogo nas provas dos crimes de caixa dois e desvio de verbas, mas sairão algemados sob aplausos e vaias inflamados dos cidadãos.

Moda e vida nova em Paris

Sophie (Yara Charry) será convidada para voltar a trabalhar na França, algo bom para o negócio de exportação da associação de rendeiras. Para não deixar Lucas (Lucas Veloso), ela encontrará uma solução para seu dilema em Isabel (Rayza Alcântara). A jovem vai começar a se preparar para estudar moda em Paris e trabalhar representando Sophie lá. A garota levará a mãe junto com ela.

Cantoria no bar e a libertação de Cícero

Dalva (Mariene de Castro) passará a cantar acompanhada de um sanfoneiro mirim no bar de Chico Criatura (Gésio Amadeu). Ela sofrerá um pouco por Cícero (Marcos Palmeira), que sairá acompanhando Afrânio atrás de Martim. No último capítulo, o casal vai se reconciliar, comprar um carro e cair no mundo como a empregada sempre desejou.

Cícero só aceitará deixar o patrão quando ele mandar: "Na?o tem mais nem menos! Va? pegar aquela moleca e viver a vida ao lado dela! E? uma ordem", esbrevejará o coronel. Com uma sanfoma, Cícero, então passará a acompanhar os shows de Dalva.

Fonte: Notícias da TV

No último sábado (24), Fátima Bernardes foi curtir o show de Djavan no Metropolitan, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Separada de William Bonner desde o mês passado, a apresentadora esteve no evento acompanhada de uma amiga e posou para os fotógrafos.

Este é o segundo show que ela é clicada depois do anúncio do fim do casamento de 26 anos, já que dia 6 de setembro a artista esteve na apresentação de Tiago Iorc ao lado das filhas, Laura e Beatriz.

A apresentadora não se manifestou sobre o divórcio com o jornalista, com quem tem 3 filhos. De acordo com o colunista Leo Dias, do jornal "O Dia", Fátima pede que não comentem sobre a separação no "Encontro".

Fonte: Notícias ao Minuto

Bárbara Evans estava animada e até publicou uma foto do look de sábado antes de sair de casa. O que ela não imaginava é que a noite ia acabar em lágrimas. Ela e o namorado, Antonio Villarejo, se desentenderam enquanto curtiam a festa do Bagatelle, no Jockey Club, na Gávea.

O motivo da briga foi ciúme, já que Bárbara não gostou de ver o moço dançando com algumas amigas no restaurante do qual ele é sócio. Ela chegou a sair enquanto o amado ainda estava lá dentro e, com cara de poucos amigos, esperou por ele sentada na escada. Quando Antonio Villarejo já estava lá fora, o casal voltou a discutir e o motorista do empresário, que na foto aparece ao lado dela, tentou amenizar a situação.

Mas o clima continuou pesado, e Bárbara Evans chorou ali na rua mesmo. Amparada pelo motorista, ela foi em direção ao carro do namorado, e eles deixaram o local juntos. Vale lembrar que eles são vizinhos de prédio, no Leblon.

Fonte: Extra

Na abertura da Olimpíada, foi a transexual Léa T. quem levou a bicicleta com o nome do Brasil na frente da delegação. Na série “Supermax”, a atriz trans Maria Clara Spinelli. Na próxima novela de Glória Perez, uma das personagens vai mudar de sexo. O que isso representa? Para a modelo trans Thalita Zampirolli, é assim que a sociedade vai aprender a lidar com os vários tipos de sexualidade. — É importante mostrar que não temos diferença para os outros, também somos seres humanos com talento — diz.

E a próxima pode ser ela, já que Thalita Zampirolli, aos 26 anos, estreia como atriz no papel de Michele Glamour no filme “Berenice procura”, que será lançado no fim deste ano. Ela vive uma dançarina sexy que é escravizada pela prostituição.

— Eu fui muito bem recebida por toda a equipe, a Vera Holtz foi uma querida e aconselhou que nunca desista dos meus sonhos. Estou muito feliz com esse presente que 2016 me deu — comemora ela, que está fazendo curso de teatro, e quer mais. — Quem sabe não estou numa novela em breve...

Thalita Zampirolli acaba de chegar de Cancun, onde passou uns dias curtindo sombra e água fresca. Enquanto esteve lá, impressionou por posar com a cintura finíssima à mostra, mas ela garante: não tirou costelas e nem usa tratamento nas fotos.

— Eu trabalho com a imagem, então procuro estar sempre melhorando. Sou muito vaidosa, faço vários procedimentos estéticos. Além de usar a cinta modeladora, que ajuda muito — entrega.

Fonte: Extra

Em 1997, pouco antes de Ratinho ser contratado pela Record, o apresentador esteve na pauta da Globo, que o queria no comando de um programa voltado ao público jovem. Mas o projeto não saiu do papel, e Carlos Massa acabou indo para a emissora de Edir Macedo, onde ficou menos de um ano e seguiu para o SBT.

"O estudo foi feito no ano passado, quando ele ainda comandava o 190 Urgente [na CNT/Gazeta]. O plano não saiu do âmbito interno da emissora, e Massa acabou contratado pela Record, onde tem superado a audiência da Globo com o polêmico Ratinho Livre", destacou a Folha de S.Paulo de 21 de março de 1998.

A informação foi confirmada pelo então vice-presidente da emissora, Roberto Irineu Marinho, atual presidente do Grupo Globo, à jornalista Elvira Lobato. "Não vamos menosprezá-lo. [Ratinho] é um camarada com um carisma danado e poderia estar fazendo um programa de melhor qualidade, com grande sucesso. É um desperdício usar o Ratinho em um programa tão ruim", disse.

O dirigente disse que a partir do momento que ele foi para a Record, o interesse acabou. "Não compramos o passe de ninguém que tenha contrato em andamento com outra emissora e não rompemos com esse código. Chegamos a avaliar a hipótese de fazer um programa com ele, mas com outra linguagem, outro comportamento. Não há hipótese desse tipo de programa na Globo. Isso foi antes de ele ter sido contratado pela Record", completou.

Polêmico sucesso

Ratinho Livre foi uma atração efêmera da Record. Durou pouco menos de um ano: de 22 de setembro de 1997 a 28 de agosto de 1998. Mas esse tempo foi o suficiente para marcar o programa como um dos mais polêmicos dos anos 1990.

Ratinho ganhou notoriedade em todo o Brasil e passou a ameaçar a liderança da Globo e a vice-liderança do SBT pouco tempo depois de sua estreia. A produção dificilmente marcava menos de 15 pontos de média no Ibope, chegando a picos de 40 na Grande São Paulo.

A receita para esse sucesso vinha do carisma do apresentador, que já usava bordões como "café no bule" e um cassetete para fazer todo tipo de denúncia, misturado a casos policiais, dramas da vida real e conflitos familiares.

No Ratinho Livre surgiu, por exemplo, o quadro do teste de DNA, acompanhado pelas brigas entre os participantes (muitas delas encenadas), que está no ar até hoje, quase 20 anos depois.

Também são marcas da atração os repórteres ET e Rodolfo, que posteriormente foram para o SBT; as reportagens investigativas de Saulo Gomes; a banda do programa, que já tocava o tema do Jornal Nacional cada vez que Ratinho alcançava a liderança; os bonecos Xaropinho e Tunico; e o aspirante a cantor Azulão, que quase todo dia tentava divulgar suas músicas, entre outros.

Apesar do imenso sucesso de público, a atração sempre foi massacrada pela imprensa, que criticava casos de sensacionalismo que eram constantemente exibidos _incluindo aí as brigas entre participantes, pessoas doentes, mulheres seminuas, entre outros itens do gênero.

Reportagem da própria Folha de S. Paulo de 17 de maio de 1998 indicou que o Ratinho Livre era o líder de violência e que sua audiência também aumentava a partir disso. "Ratinho Livre chega a superar a Globo nas quintas-feiras, quando vai até mais tarde. Ratinho faz um programa de variedades, diferente de Márcia e Magdalena Manchete Verdade. Mas segue uma linha similar. Seus convidados foram insultados pela plateia 25 vezes. Entre si, trocaram 81 ofensas", informou.

O casamento com a Record terminou dia 28 de agosto de 1998, quando o SBT o contratou se compromentendo a pagar uma multa de R$ 43 milhões, segundo informações da época. Naquele dia, foi ao ar o último Ratinho Livre.

A Record ocupou o horário a partir da outra semana com um programa semelhante, chamado Leão Livre, apresentado por Gilberto Barros. A atração foi exibida até novembro de 1999.

Fonte: Notícias da TV

Segunda, 12 Setembro 2016 15:27

Xand Avião surpreende com nova silhueta

Quem acompanha o cantor Xand Avião nas redes sociais tem percebido que o comandante da banda Aviões do Forró está sequinho, sequinho.

No mês de maio Xand colocou um balão gástrico no estômago para perder peso. As próteses saciam a fome e, logicamente,  emagrece. E deu resultado. Pelas últimas fotos postadas pelo cantor nas redes sociais pode se perceber que vários quilinhos foram pro espaço.

No Instagram as fãs do cantor não param de comentar sobre a nova silhueta do potiguar Xand Avião. “Oia Xandy tá fininho”, disse uma. Já outra comentou: “Xande realmente está bem mais magro, parabéns por sei esforço e dedicação”. “Tá magrinho… Posta a dieta…. Uhuuu”, comentou mais uma fã.

Portal Mais Forró

Segunda, 12 Setembro 2016 15:27

BANDA MALLA 100 ALÇA PREPARA NOVO CD

Já em estúdio desde o último dia 04 de setembro, a banda Malla 100 Alça está nos ajustes finais do 11º disco de carreira. O disco contará com compositores renomados e promete ser mais um sucesso de romantismo nas vozes de Marcelo Mello, Rayane Façanha e James Cardoso.

Um novo ensaio fotográfico será realizado nos próximos dias, um cenário diferenciado, estampará o projeto gráfico do disco.

A data para lançamento do disco ainda não foi divulgada, mas será mais uma parceria com o site Suamúsica e terá distribuição em formato físico e digital pelo Spotify, Last.FM, SOM13 e Itunes.

A banda também vai gravar um DVD promocional no final de setembro deste ano.

Forró Dicum Força

A dupla sertaneja Maiara e Maraísa foi vaiada em um show no último final de semana, em Castelo, no Espírito Santo. As duas fizeram dois shows na mesma noite (09) e deixaram a desejar na apresentação no Estado. 

O show, que estava marcado para 22 horas, só começou às 4h40 da manhã. Além disso, quem estava no local afirma que elas ficaram menos de meia hora no palco.

Quem pagou entre R$ 80 e R$ 120, ficou indignado com o descaso e demonstrou isso muito bem através das vaias que elas receberam no final do show. 

Da Folha Vitória

Segundo o colunista Léo Dias, os donos do Aviões do Forró, Carlinhos Aristides, Zequinha Aristides, Isaías Duarte e Claudio Melo, deram 25% da banda para Solange Almeida. O motivo é para que a vocalista não siga carreira solo.

Em janeiro deste ano, o colunista noticiou que Sol estaria se preparando para sair do grupo. Na época, os quatro donos detinham 65% dos lucros da banda de forró, Xand 25% e Solange apenas 10%.

O aumento na participação nos lucros da vocalista foi confirmadado pela assessoria de imprensa do Aviões do Forró, mas garante que isso se deve ao comportamento e adequação do mercado e à decisões estratégicas da empresa.

Por enquanto, todos seguem negando que a cantora planeja carreira solo.

Fonte: Diário do Nordeste