Notícias

Notícias (353)

Martim (Lee Taylor) decidirá acabar com o reinado de seu pai, Afrânio (Antonio Fagundes), na novela Velho Chico. Ele voltará a morar na fazenda da família disposto a impedir Carlos Eduardo (Marcelo Serrado) de dar continuidade com os mandos e desmandos do Saruê. Ele brigará com o deputado depois que o homem que jurou Santo (Domingos Montagner) de morte assumir o atentado contra o agricultor e for assassinado na cadeia na mesma noite de sua prisão. O fotógrafo deduzirá que o forasteiro foi usado como bode expiatório e acusará o pai de estar por trás do crime.

A essa altura da trama, Santo terá levado três tiros e desaparecerá nas águas do rio São Francisco. Toda a cidade vai se mobilizar para encontrá-lo com vida, mas os dias vão se passar e o que aconteceu com o presidente da cooperativa não será revelado. Ele será dado como morto. Nisso, o público verá Carlos Eduardo dar uma mala de dinheiro ao homem que ameaçou matar Santo, e ele se entregará na delegacia como assassino do agricultor.

Martim cruzará com o deputado no bar de Chico Criatura (Gésio Amadeu) logo após saber que o suposto assassino de Santo amanheceu morto em sua cela com um tiro no peito. "Outra lástima, não? O suspeito ter sido morto na delegacia depois de ter confessado o crime. Ainda tem muita coisa oculta, você não acha?", questionará o filho do coronel. "Eu sou deputado, não delegado, como é que vou saber?", responderá Carlos Eduardo.

Martim afirmará que ele já pegou jeito de coronel. "Duas mortes nas costas não é pouca coisa! Coronel Saruê, até onde sei, carrega três. Para quem começou agora você não está indo nada mal", afirmará o irmão de Tereza (Camila Pitanga). "Perante a Justiça, sou um cidadão limpo e honesto", dirá o deputado. 

Mudança

O dono do bar avisará seu hóspede de que ele precisa fazer algo se não quiser ver o cunhado assumir o lugar de Saruê. "Eu já lhe disse, se num quisé vê sua famía nas garra desse escorpião, era bom tomá jeito. Tomá sento da sua cadêra antes que ele se sente. Que esse deputado, aí, num parece do tipo que se levanta depois de sentá", vai declarar o comerciante.

Em seguida, Martim se mudará para o casarão da família na fazenda Grotas. Afrânio será obrigado a engolir o filho. Ele chegará a expulsá-lo e ameaçar matar o herdeiro com suas próprias mãos, mas não terá coragem. "O que diabo você pensa que está fazendo, seu moleque?", questionará Afrânio ao ver Martim. "Voltando pra casa, coronel", responderá o fotógrafo. 

O Saruê afirmará que a casa não é mais dele. "É minha sim senhor! Não só minha, como de minha família", falará o irmão de Tereza. Encarnação (Selma Egrei) e Iolanda (Christiane Torloni) vão interceder. "Tem direito tanto quanto todos os de Sá Ribeiro! É tanto de minha família quanto você", dirá a centenária.

Depois, o coronel aparecerá dizendo para o genro que não vai brigar pela fazenda. "Essa ninharia foi tudo que painho me deixou, metade disso. A outra é de dona Encarnação. Não vou abrir mão da minha parte, mas não vou mais brigar por isso também", revelará Afrânio. Carlos Eduardo não gostará muito, mas aceitará a decisão do sogro.

Em uma conversa com Encarnação e Iolanda, Martim contará que quer mudar os rumos da família. "Nunca é tarde para se redimir dos erros", dirá o jovem. "Fique e lute, mas não para destruir seu pai, para trazer dignidade ao nome que você mesmo carrega", aconselhará Iolanda. "Não conte comigo pra virar as costas contra meu próprio filho! Nem aceitar você se juntar com aquela raça pra acabar com ele e tudo que é nosso", esbravejará Encarnação.

Fonte: Notícias da TV

O personagem de Mateus Solano baterá na mulher, Joaquina (Andreia Horta), na novela das onze da Globo, Liberdade, Liberdade. A agressão acontecerá após ela confessar que é filha de Tiradentes (Thiago Lacerda), pedir para o marido aceitá-la como ela é e contar sua história. Rubião dará um tapa na cara da heroína. "Mulher vil, calculista", dirá ele.

Ela será trancada em um quarto nos próximos capítulos, após Rubião flagrá-la tentando libertar Xavier (Bruno Ferrari) da cadeia. Anita (Joana Solnado) encontrará no baú de Joaquina o livro que era de Tiradentes e uma pistola. A governanta entregará os objetos nas mãos do patrão. "Meu Deus! É o livro de Tiradentes", exclamará ele.

O livro tem uma dedicatória a Joaquina. Flashbacks vão mostrar o vilão traindo Tiradentes e entregando seu nome para ser enforcado em praça pública. Ele também se lembrará do momento em que matou Antônia (Letícia Sabatella), mãe de Joaquina. O malvado elogiará a fidelidade da governanta, mas se recusará a beijá-la.

Enquanto isso, o telespectador verá Joaquina percebendo que o livro não está mais onde ela escondeu. Ela tentará fugir, mas as janelas estarão trancadas. "Meu Deus, o que será de mim agora? Estou perdida", constatará. Rubião a pressionará a falar porque o livro de Tiradentes estava no seu baú. 

"Este livro me pertence, é meu por direito. Por eu ser quem eu sou", revelará a heroína. "Você é a filha do traidor?", perguntará ele. "Sou filha de um herói. Eu só não revelei porque não sabia como você reagiria", responderá Joaquina.

O intendente ficará uma fera, questionará se a mulher faz parte do movimento dos rebeldes. Ela negará. "Mas o que importa é que você nasceu com o sangue inimigo da Coroa", vai disparar Rubião. Ele afirmará que ela é especialista em mentir desde menina. Joaquina explicará que Raposo (Dalton Vigh) salvou sua vida a levando para Portugal porque os soldados matariam uma criança inocente.

Joaquina dirá ainda que jamais faria algo de ruim para Rubião. Ela pegará na mão de seu marido e pedirá para que ele a aceite do jeito que é, assim como ela fez com ele. Só que em vez de afeto, o vilão começará a agredi-la. 

Fonte: Notícias da TV

O cantor Léo Magalhães quase não chegava a tempo para um show agendado em Iguatu, no Centro-Sul do Ceará, na última segunda-feira (25). O veículo que levava o sertanejo, na véspera de sua apresentação, deu defeito e ele viajou cerca de 100 quilômetros de carona.

Em sua página no Facebook, Léo Magalhães conta que três homens, que se identificaram como cambistas, ofereceram uma carona em carro modelo Del Rey, de 1988. Magalhães aceitou a gentileza e viajou até Iguatu, onde se apresentou nessa terça-feira (27), na Festa de Nossa Senhora Santana, padroeira do município. 

“O carro que estava me levando para a cidade do show de ontem quebrou na estrada. Aí quem passa e me dá socorro? Os empresários do ingresso, os cambistas que estavam justamente indo trabalhar no show em Iguatu. Graças a eles e a esse DEL REY lindo, ano 88, eu consegui chegar, viajando 100 km com essa turma”, escreveu o cantor na rede social.

O Miséria apurou que os três cambista são de Juazeiro do Norte e iriam trabalhar durante o evento em Iguatu.

Na postagem no Facebook, Léo Magalhães aparece com uma mala ao lado do três cambistas solidários no acostamento de uma rodovia. Até o momento, a publicação rendeu 51 mil curtidas, 2 mil comentários e quase 3 mil compartilhamentos.

“Admiro sua humanidade e humildade! Parabéns Léo Magalhães. Por isso você tem o que merece: uma legião de fãs que te ama de verdade e todo esse sucesso”, comentou um seguidora do cantor.

Após o show, em duas palavras, Léo Magalhães classificou o resultado do show lotado em Iguatu: “Foi lindo”, escreveu em outra publicação com uma imagem do local da festa.

Site Miséria

O cantor baiano Netinho, de hits como Mil E Uma Noites e Fim de Semana, acusou o médico Mohamad Barakat de ter receitado medicamentos anabolizantes que quase causaram sua morte em 2013. É a primeira vez que o cantor menciona o nome do nutrólogo.

De acordo com a nota publicada pelo músico no Facebook no domingo (24), Barakat teria prescrito anabolizantes a ele entre 2010 e 2011, garantindo que não afetariam sua saúde e nem sua voz. Em maio de 2013, ele passou um ano internado no Hospital Sírio-Libanês. Em seu grave histórico de saúde, relata ter tido três AVCs, implantado válvula cerebral, stent cardíaco, entre outros procedimentos.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o cantor confirmou as declarações. Procurado, o médico não se pronunciou sobre o caso.

Diz o texto: "Se apenas hoje eu falo sobre A VERDADE como aconteceu o tratamento que fiz com o médico paulista Dr. Mohamad Barakat, é porque APENAS recentemente eu consegui recuperar TODAS as provas do que me aconteceu: receitas médicas, e-mails trocados com o Dr. Mohamad Barakat e suas secretárias na época quando ele me receitou e vendeu os produtos (anabolizantes, insulina, hormônios e diversos suplementos)".

No post, ele ainda menciona que publicará um livro sobre o caso e cita reportagem de capa de VEJA SÃO PAULO intitulada "Os Médicos Que Receitam Bombas", que mostra como Barakat e outros profissionais recomendam anabolizantes e hormônios sintetizados em laboratório para pacientes que buscam rapidamente o corpo perfeito, atitude reprovada pelo Conselho Federal de Medicina.

No início deste ano, Barakat virou réu em uma ação do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), que abriu processos ético-disciplinares contra três especialistas da capital. O trabalho é a evolução de uma sindicância aberta no órgão depois da publicação da mesma reportagem.

Veja SP

A fortuna estimada em US$ 5,1 bilhões (R$ 16,8 bilhões) faz do brasileiro Walter Salles Jr. o diretor de cinema mais rico do mundo. O dinheiro é fruto da alta de mais de 28% na ação do Itaú Unibanco na bolsa desde janeiro, somada à valorização do real neste ano, segundo informa o Glamurama.

Walter Salles Jr. é filho do banqueiro Walter Salles, fundador do Unibanco, cuja fusão com o Itaú, em 2008, criou a maior instituição financeira privada do Brasil. Além disso, Walter Jr. é um dos controladores da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração, a CBMM, líder mundial na produção de nióbio.

Apesar de ter herdado os bilhões que possui, Walter, dirigiu filme que foram sucesso de crítica como “Central do Brasil” e “O Jardineiro Fiel”.

O segundo lugar na lista dos mais ricos fica com George Lucas, até recentemente detentor do primeiro lugar, que possui um patrimônio estimado em US$ 4,7 bilhões (R$ 15,4 bilhões). Grande parte da fortuna de George Lucas veio graças à fraquia “Guerra nas Estrelas”.

Os irmãos Salles, Walter, Pedro, Fernando Roberto e o documentarista João Moreira Salles, detêm a maior fortuna do Brasil, com patrimônio total de US$ 20,4 bilhões (R$ 67 bilhões).

Mesmo bilionário, Walter se mantém discreto e avesso a luxos. A Glamurama afirma que já viu, inclusive, o diretor na fila para o reembolso do VAT, o imposto que é devolvido aos turistas que deixam a Europa, no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, em 2014.

Fonte:noticiasaominuto

Jô Soares não se fez de rogado ao entrevistar o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. O apresentador fez uma brincadeira, entregando um canguru de pelúcia para seu entrevistado. Segundo o GShow, Paes reagiu com bom humor e disse que “não foi uma piada, era um gesto de gentileza”.  

Sobre as condições das habitações da Vila, o prefeito disse que a responsabilidade era do Comitê Organizador e não da prefeitura: “A vila foi entregue há três meses para o Comitê e existem falhas que não são aceitáveis, mas estão sendo superadas".  

“Eu tenho muito orgulho dos Jogos Olímpicos que nós estamos fazendo, porque pela primeira vez na história a Olimpíada é mais barata do que o custo apresentado na candidatura", disse Paes.

Fonte:noticiasaominuto

O grupo SS Publicidade convida a todos para a grande final da 5ª Copa Amigos da Bola de Futebol, que será realizada na tarde deste sábado (25), no Estádio do Junco, em Sobral.

Dois jogos movimentarão a tarde da grande final. Na partida preliminar a disputa de 3º e 4º lugares será entre PSV de Salgado dos Machados (SOBRAL) x Grêmio da Baía (SANTANA DO ACARAÚ). Já na principal, disputando os troféus de campeão e vice, Guarani (ITAREMA) e Flamiller (SANTANA DO ACARAÚ) farão o jogo principal.

Os ingressos custam R$5,00 e estarão à venda na bilheteria do Estádio do Junco.

Promovida pela SS Publicidade, Equipe Amigos da Bola, Toca do Esporte e Sobral Portal de Notícias, e com o apoio da Rádio Coqueiros Fm 95,3 e Site O Amadorismo, a Copa Amigos da Bola de Futebol é realizada anualmente e nesta edição o troféu de campeão levará o nome do Colégio José Romão.

SOBRAL PORTAL DE NOTÍCIAS

A 23ª edição do Forró Caju continua nesta quinta-feira (23) com shows a partir das 20h com Viriginia Fontes, Os Gonzagas, Forró Fidapé, Marlus Viana, Forró dos Plays e Unha Pintada.
A programação segue até o dia 29 de junho na Praça de Eventos Hilton Lopes, entre os mercados centrais de Aracaju. No total, serão 12 dias de festa sob o comando de grandes atrações regionais e nacionais.
Neste ano, a festa conta com o 'Camarote Lounge', organizado pela Teo Santana Empreendimentos Propaganda & Eventos Ltda, que ganhou a licitação para promover o Forró Caju 2016.
O camarote que tem espaço com bares e restaurantes, funcionará todos os dias com valores diferentes. Não existirá um espaço vip e o forrozeiro que adquirir o ingresso terá acesso a todos os ambientes.
Veja a programação do Palco Luiz Gonzaga / Dominguinhos

Quinta-feira (23/06)
20h - Virgínia Fontes
21h - Os Gonzagas
22h30 - Forró Fidapé
0h - Marlus Viana
01h - Forró dos Plays
02h30 - Unha Pintada

Sexta-feira (24/06)
20h - Joaquim e Casaca de Couro
21h - Kinho Farreiro
22h - Banda Diboa
23h30 - Léo Magalhães
01h - Joelma Calypso
02h030 - Rojao Diferente
Sábado (25/06)
19h - João da Passarada
20h - Alma Gêmea
21h - Ivaldo Macéio
22h - Tacinho Vaqueiro PlayBoy
23h30 - Baby Som
01h - Edson e Hudson
02h30 - Diego Gala
Domingo (26/06)
19h - Zé Rozendo e Marluce
20h - Marcelo Balla
21h - Zé Tramela
22h - Patricinhas do Forro
23h30 - Forró do Muido
01h - Mateus e Kauan
02h30h - Aviões do Forró
Segunda-feira (27/06)
21h - Luiz Fontineli
22h - Beto Sales
23h30 - Farra de Barão
01h - Arreio de Ouro
02h30- Simone e Simaria
Terça-feira (28/06)
21h - Sergival
22h - Vinicius & Xote e Baião
23h30 - Jonas Esticado
01h - Luan Estilizado
02h30 - Saia Rodada
Quarta-feira (29/06)
20h - Forró da Discarada
21h - Erivaldo de Carira
22h - Raio da Silibrina
23h30 - Elton Mota
01h - Forró Pegado
02h30 - Wesley Safadão

G1/PE

O Tribunal de Justiça reverteu a decisão de primeira instância e manteve o show do cantor Wesley Safadão no São João de Caruaru, no próximo sábado. O município tinha recorrido da liminar contra a apresentação, movida por três advogados, com base no cachê do cantor, de R$ 575 mil.

O desembargador José Viana Ulisses Filho considerou como argumentos favoráveis ao município o caráter especulativo do valor de uma apresentação em Campina Grande em 1º de julho (seria de R$ 195 mil, mas o contrato não foi celebrado), o fato de o cantor não usufruir de ganhos com a bilheteria (porque o show é aberto ao público) e a utilização de recursos provenientes de patrocinadores para a quitação da remuneração do artista.

"Advirta-se que a presente decisão apenas autoriza a realização do show antes suspensa, mas não macula a ação popular, que deve prosseguir, até para que posteriormente se confirme a legitimidade das alegações declinadas no presente agravo, além da possibilidade, caso se verifique qualquer irregularidade lesiva à Administração Pública, de ser proposta ação civil pública de improbidade administrativa contra os eventuais responsáveis", anotou o desembargador.

A decisão liminar acatada pelo juiz da 1ª Vara da Fazenda, José Fernando de Souza, acatava questionamento sobre a disparidade entre os valores para a apresentação do artista em Caruaru e em Campina Grande. O cachê para tocar na Capital do Forró ficou em R$ 575 mil, de acordo com o Portal da Transparência do município pernambucano. O processo judicial comparava o montante aos R$ 195 mil supostamente a serem recebidos pelo artista para se apresentar no Parque do Povo, na cidade paraibana, em 1º de julho. A quantia para subir ao palco do estado vizinho, no entanto, contaria, segundo a prefeitura campinense, com mais R$ 100 mil bancados via patrocínio - mas o contrato não foi celebrado.

O juiz chegou a fixar uma multa diária de R$ 100 mil caso a decisão fosse ignorada. "Concedo a antecipação dos efeitos da tutela requerida e, em consequência, suspendo o ato lesivo, qual seja, a apresentação do cantor Wesley Safadão programada para o próximo dia 25, determinando-se ainda que os requeridos não efetuem qualquer pagamento com relação à aludida atração", ele determinou.

A prefeitura recorreu. "O entendimento do governo municipal é de que não há irregularidade ou discrepância na contratação efetuada com o artista. Por esta razão, usará todos os meios legais para garantir a apresentação do cantor em função de promover o maior e melhor São João do mundo e para que a sua ausência não cause um dano irreparável à economia de Caruaru e da região".

O Ministério Público de Contas, Ministério Público de Pernambuco e Ministério Público Federal exigiram explicações da prefeitura sobre o valor pela contratação do forrozeiro. No pedido para cassar a liminar, a gestão municipal relacionou notas fiscais de shows recentes de Wesley Safadão nos quais o artista recebe cachês de R$ 450 mil (em Irecê, na Bahia, e Petrolina, em Pernambuco) a R$ 950 (em Brasília).

A relação com os pagamentos pelas atrações de Caruaru, disponibilizada na internet, coloca o forrozeiro como o maior cachê da festa. Na lista dos artistas com remuneração acima de cem mil reais, ele é sucedido por Luan Santana (R$ 325 mil), Bell Marques (R$ 280 mil), Aviões do Forró (R$ 250 mil), Elba Ramalho (R$ 190 mil), Matheus & Kauan (R$ 180 mil), e Flávio José (R$ 100 mil). Os valores mais baixos correspondem ao pagamento dos declamadores Jenerson Alves (R$ 300) e Dorge Tabosa (R$ 200). No ano passado, Wesley recebeu R$ 310 mil pra fazer um show na cidade no mesmo período.

A prefeitura agrestina estima em R$ 13 milhões os gastos com o São João deste ano, em parte bancados através de recursos obtidos com patrocinadores - a captação de verbas deste ano gira em torno de R$ 10 milhões.

DIÁRIO DE PERNAMBUCO

As bandas Magníficos e Solteirões do Forró fizeram a festa no Pátio de Eventos no 2º dia do São João de Caruaru, cidade localizada no agreste pernambucano. Os shows foram transmitidos ao vivo no Forró Dicumforça, através da prefeitura local.

A Preferida do Brasil foi a primeira a entrar no palco por volta das 21h. Com turnê novinha saindo do forno e músicas inéditas, Adma, Samya e Frajola botaram o Pátio de Eventos para dançar. Foram duas horas do autêntico forró romântico, natural da cidade de Monteiro, Paraíba.

Logo em seguida foi a vez da banda cearense Solteirões do Forró. A dupla Zé Cantor e Walkyria também não deixou por menos e animou o público até a madrugada desta segunda-feira. Nos bastidores, festa entre integrantes dos dois grupos musicais.

FORRÓ DICUMFORÇA